Iniciação Científica e Tecnológica

Através de diferentes programas, o acadêmico é estimulado a ingressar na área da pesquisa científica e tecnológica, desenvolvendo atividades orientadas dentro dos projetos e linhas de pesquisa da Universidade.

Para ingressar nos programas de iniciação científica ou iniciação tecnológica, o acadêmico deve ficar atento aos editais publicados pela Universidade. A inscrição no programa é feita pelo professor orientador e para isso o estudante deve estabelecer contato com os professores que atuam nas áreas de seu interesse para informar-se sobre bolsas. É através do professor, que participa de um projeto de pesquisa, de inovação e/ou de desenvolvimento tecnológico e que corresponde aos pré-requisitos estabelecidos em edital, que o estudante pode candidatar-se a uma bolsa de iniciação científica ou tecnológica.

Em todas as modalidades de bolsas - exceto para o PIBIC-CNPq-EM - é necessário que o estudante cumpra uma carga horária de 20 horas semanais e não possua vínculo empregatício.

BIC-UCS

Programa da Universidade que concede bolsas de iniciação científica a estudantes de graduação mediante sua participação em um projeto de pesquisa na Instituição. A abertura do edital acontece no mês fevereiro de cada ano e a vigência da bolsa é de abril a janeiro. O valor da bolsa BIC-UCS é de R$ 380,00 mensais.

PIBIC/CNPq

Programa de Bolsas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) do qual a UCS é instituição integrante. Através da bolsa PIBIC/CNPq, o estudante de graduação ingressa como bolsista em um dos projetos de pesquisa da Instituição. A abertura do edital para essa modalidade de bolsa acontece no mês de maio, com vigência de agosto a julho de cada ano. O valor atual da bolsa é de R$ 400,00 mensais. A avaliação e seleção é realizada por comitê externo do qual fazem parte pesquisadores do CNPq.

PROBIC/FAPERGS

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS), órgão da Secretaria de Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico do Estado do Rio Grande Sul. Visa estimular a participação de estudantes de graduação em projetos de pesquisa científica, tecnológica, artística ou cultural sob a orientação de um pesquisador qualificado.

O pesquisador indica o bolsista baseado nos critérios de aptidão para a pesquisa e de disponibilidade de tempo para a execução do plano de trabalho. A avaliação é realizada por consultores que compõem o comitê interno. A bolsa tem vigência de 12 meses. As inscrições para esta modalidade de bolsa são realizadas, mediante publicação de edital no mês de abril. O valor atual da bolsa PROBIC/FAPERGS é de R$ 400,00 mensais.

PROBITI/FAPERGS

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação PROBITI/FAPERGS, lançado no início de 2011, ao qual podem se candidatar estudantes de graduação de todas as áreas do conhecimento. Visa estimular pesquisadores produtivos a engajarem estudantes de graduação no processo de desenvolvimento tecnológico e inovação, otimizando a capacidade da instituição, na formação de profissionais altamente qualificados. A seleção, anual, é feita por edital conforme orientações da FAPERGS. O valor atual da bolsa é R$ 360,00.

PIBITI/CNPq

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do CNPq visa estimular os jovens do ensino superior nas atividades, metodologias, conhecimentos e práticas próprias ao desenvolvimento tecnológico e processos de inovação. A seleção é feita mediante processo seletivo regulado por edital. Um comitê institucional avalia as candidaturas. A bolsa têm vigência por um período de 12 meses e atualmente tem valor mensal de R$ 360,00.

PIBIC/CNPq - Ensino Médio

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio (PIBIC-EM) criado para fortalecer o processo de disseminação das informações e conhecimentos científicos e tecnológicos básicos, e desenvolver atitudes, habilidades e valores necessários à educação científica e tecnológica dos estudantes do ensino médio. A bolsa tem duração de 12 meses e o estudante deve ter disponibilidade de 8 horas semanais para participar de um dos projetos de pesquisa da Universidade. O PIBIC-EM é operacionalizado pelas instituições de ensino e pesquisa (Universidades, Institutos de Pesquisa e Institutos Tecnológicos [CEFETs e IFs]) que tiverem PIBIC (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica) e/ou PIBITI (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação).

BITI/INOVAÇÃO - Graduação e BDTI - Mestrado

O estudante de graduação pode ter acesso a bolsas de Iniciação Tecnológica - BIT Inovação, e o estudante de Mestrado a Bolsas de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação - BDTI, que são concedidas através das parcerias firmadas entre a UCS e empresas da região, órgãos públicos federais (MCT, MEC, MDIC, FINEP, CEF, FBB), estaduais (Secretarias de Estado, FAPERGS e outros) e municipais como forma de auxílio externo a um determinado projeto de pesquisa, através de convênios.

Atividades Complementares em Pesquisa

Os estudantes de graduação têm a possibilidade de desenvolver atividades complementares em pesquisa. A participação é voluntária e pode ser aproveitada como atividade complementar curricular. As atividades desenvolvem-se de maio a dezembro e o estudante deve ter disponibilidade de 16 horas semanais.

Pró-Reitoria de Inovação e Desenvolvimento Tecnológico
Pró-Reitor: Odacir Deonisio Graciolli
Telefone: (54) 3218-2325

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
Pró-Reitora: Nilda Stecanela
Telefone: (54) 3218-2220