IX ANPED SUL Encontro de Pesquisa em Educação da Região Sul
Apresentação
Local do Evento - Mapa
Newsletter
Programação Geral
Grupos de Trabalho
Programação dos GT's
Eventos Paralelos
FORPRED Sul
FEPAE Sul
VII Fórum de Secretários
ANFOPE Sul
Lançamento de Livros
Trabalhos Aprovados
Apresentação de Trabalhos
Trabalho Completo
Pôster
Inscrições
Comitê Científico
Organização do Evento
Hospedagem
Anais
Edições Anteriores


 

O Local do Evento

Veja como chegar à UCS

Caxias do Sul

A história de Caxias do Sul começa antes dos italianos, ainda quando a região era percorrida por tropeiros, ocupada por índios e chamada "Campo dos Bugres". A ocupação por imigrantes italianos, em sua maioria camponeses da região do Vêneto, que buscavam um lugar melhor para viver, deu-se a partir de 1875, localizando-se em Nova Milano.

Dois anos após, a sede da colônia do Campo dos Bugres recebeu a denominação de Colônia de Caxias. No dia 20 de junho de 1890 foi então criado o Município, e a 24 de agosto do mesmo ano, foi efetivada a sua instalação. Vários ciclos econômicos marcaram a evolução do município ao longo do século XX. O primeiro deles está ligado ao traço mais forte da sua identidade: o cultivo da videira e a produção de vinho. Num primeiro momento, para consumo próprio e, mais adiante, para comercialização.

No dia 1º de junho de 1910 Caxias foi elevada à categoria de cidade e, neste mesmo dia, chegava o primeiro trem, ligando a região à capital do Estado. Os imigrantes, em grande parte agricultores, instalaram-se na região, urbanizando-a e dando início a um acelerado processo industrial. Na zona rural instalou-se a agricultura de subsistência, que se concentra na produção de uva, trigo e milho, começando a industrialização em nível doméstico. Com o correr do tempo, a diversificação da indústria caseira concorre para a ampliação do leque de manufaturados. As pequenas oficinas caseiras vão dar origem às grandes indústrias de hoje, internacionalmente conhecidas.

Caxias do Sul é hoje, o polo centralizador da região mais diversificada do Brasil, com seus vastos parreirais, suas vinícolas, seu variado parque industrial e um comércio rico e dinâmico, o que lhe dá uma dimensão ainda maior, razão pela qual "Caxias do Sul", a "Capital da Montanha", a "Pérola das Colônias", a "Colmeia do Trabalho" é, por si só, o polo centralizador da marca italiana no sul do Brasil.

Junto com os imigrantes, outras etnias partilharam desse caminho, resultando na miscigenação e aculturação. Cantos e linguagem, hábitos e tradições se aproximaram. Ao lado do lastro cultural itálico, convive a bela tradição gaúcha. O churrasco e o vinho, a polenta, o galeto e as macarronadas, ao som de belas letras trazidas da longínqua Itália e de outras, já produzidas na terra de cá dão matizes, sonorização e sabores especiais à culinária típica desta metrópole. É a fartura do Sul aliada ao sabor especial do tempero italiano.

É, através da uva e do vinho, que Caxias se notabilizou ao lançar em 1931, maior festa do sul: a Festa da Uva. A cada dois anos, a cidade se mobiliza para realizar a festa comunitária que colocou Caxias do Sul no roteiro do turismo nacional. Vinhos, uvas, frio e neve, boa e farta comida, comércio diversificado, aliados ao clima europeu das montanhas, são alguns dos atrativos de Caxias do Sul que agradam a todos os visitantes. Venha e comprove!

Saiba mais sobre Caxias do Sul: www.caxias.rs.gov.br e www.caxiasdosul.tur.br


Universidade de Caxias do Sul

A implantação dos primeiros cursos de educação superior em Caxias do Sul aconteceu ainda durante a década de 50, período marcado na História do Brasil por transformações no campo econômico, social e político, decorrentes do processo de modernização pelo qual passava o País. A superação dos problemas sociais e do atraso econômico e cultural eram alguns dos temas que mobilizavam os setores organizados da sociedade. No campo da educação, a universalização da instrução primária obrigatória, a expansão do ensino secundário e a política oficial de incentivo à instalação de escolas superiores privadas eram algumas das proposições lançadas pelo Estado como forma de inserir a educação no esforço "desenvolvimentista".

Caxias do Sul era, já na década de 50, a segunda metrópole do estado e, a exemplo dos grandes centros urbanos do país, também vivia um período de crescimento econômico e modernização. A cidade se transformava, a população modernizava pensamentos e hábitos, novas prioridades eram colocadas. Entre as novas demandas sociais, estava a criação de novas opções de ensino com a implantação de cursos de educação superior para atender aos jovens da cidade e da região. Ainda no final da década de 50, diversas entidades e personalidades da comunidade se mobilizavam para obter do governo federal a autorização para a instalação dos primeiros cursos de educação superior na cidade.

A instalação das primeiras faculdades na cidade resultou da mobilização e do esforço da sociedade para impor novos patamares para o seu desenvolvimento. No início dos anos sessenta, Caxias do Sul já contava com cinco instituições de ensino superior, que ofereciam cursos como: Ciências Econômicas, Filosofia, Pintura e Música, Enfermagem e Direito, entre outros.

Ao completar quatro décadas de atuação com uma efetiva contribuição ao projeto de desenvolvimento regional, a Universidade de Caxias do Sul procura manter-se em contínuo e permanente processo de renovação de suas práticas educacionais. Procura também responder, com presteza e eficiência, às mudanças nas demandas de aprendizagem nos diferentes campos da atividade humana e afirmar-se como um centro gerador de qualidade de ensino, de ciência e tecnologia, de criação e difusão artística, filosófica e cultural.

Com 11 unidades acadêmicas, a Universidade oferece cerca de 76 cursos de graduação com 94 habilitações e 211 opções de ingresso, sendo 13 na modalidade EAD, em todas as grandes áreas do conhecimento. A sua grade de cursos é, em grande parte, o resultado da sintonia com a sua região de abrangência e a sua capacidade em antever tendências, prioridades e expectativas da sociedade. Atualmente a Universidade conta com cerca de 1.200 docentes e 990 técnicos administrativos.

A ampliação e a qualificação do ensino envolvem também um investimento em programas de pós-graduação e pesquisa. Atualmente, a UCS oferece nove programas institucionais de pós-graduação, a saber:

Administração - Mestrado Acadêmico e Doutorado
Biotecnologia - Mestrado Acadêmico e Doutorado em Biotecnologia e Mestrado Profissional em Biotecnologia e Gestão Vitivinícola
Direito - Mestrado Acadêmico
Educação - Mestrado Acadêmico
Filosofia - Mestrado Acadêmico
Engenharia Mecânica - Mestrado Profissional
Engenharia de Processos e Tecnologia - Mestrado Acadêmico
Letras - Mestrado Acadêmico em Letras, Cultura e Regionalidade e
Doutorado em Letras - Associação ampla UCS/UniRitter
Materiais - Mestrado Acadêmico e Doutorado interinstitucional com UFRGS
Turismo - Mestrado Acadêmico

O Departamento de Educação da Universidade de Caxias do Sul iniciou suas atividades no ano de 1960. Em 1967, passou a integrar, juntamente com os cursos de Filosofia e de História, a Faculdade de Filosofia. Quando da criação do Centro de Humanidades e Artes, em 1975, o então Departamento de Educação passa a oferecer o curso de Pedagogia. Em 1985, é criado o Centro de Filosofia e Educação, bem como a coordenação e o colegiado do curso de Pedagogia. Os cursos de Filosofia e de Pedagogia são uns dos pilares da Universidade. Graças a esses cursos, desenvolveu-se a reflexão sobre a política acadêmica da instituição.

A UCS tem tradição no ensino de metodologia científica, que inclui reflexões éticas acerca da atividade científica, com vistas a auxiliar a pesquisa de futuros cientistas, profissionais (professores) e técnicos de diversas áreas. Na sociedade atual, na qual o profissional é primordialmente um profissional do conhecimento, a investigação sobre as bases do conhecimento (da ciência mais especificamente), é indispensável tanto para aqueles que desenvolverão pesquisas quanto para aqueles que exercerem a docência, provenientes das mais diversas áreas. As questões éticas e epistemológicas, portanto, tornaram-se um sustentáculo da formação acadêmica da universidade.

Com o desenvolvimento das atividades dos cursos de Filosofia e de Pedagogia, alicerçadas em todas as experiências em conjunto que vieram acumulando foi se fortificando a ideia da necessidade de uma pós-graduação que refletisse a pesquisa e as produções relacionadas com essas atividades e que atendesse às necessidades da Instituição e da região. Desse modo, a especificidade do Programa de Pós-Graduação em Educação é a formação de professores e pesquisadores, alicerçada em fundamentos ético-profissionais capazes de serem sensíveis e de reconhecerem as complexas exigências da atual sociedade brasileira, no que tange aos aspectos históricos, filosóficos e pedagógicos do processo educativo.



           
 
Enviar por e-mail Imprimir a Página Atual
   UCS : Eventos Acadêmicos : IX ANPED SUL 2012 : Local do Evento