UCS participa de projeto do Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies, financiado pelo CNPq.

Assessoria de Comunicação UCS - 06/12/2016 | Editado em 06/12/2016

claudia-velho-0190Uma equipe de professores-pesquisadores ligados aos programas de pós-graduação em Engenharia e Ciência dos Materiais e em Biotecnologia integra um projeto de pesquisa, formação de recursos humanos e divulgação, cujo financiamento foi confirmado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) no final de outubro. A equipe é liderada pelo professor Carlos Alejandro Figueroa, do Programa de Pós-graduação em Engenharia e Ciência dos Materiais, membro do comitê gestor do projeto em nível nacional. O projeto representa a terceira etapa do Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies (INES) – seção UCS, que desenvolveu atividades de 2009 a 2015. A notícia, segundo o professor Figueroa, é comemorada duplamente, “devido aos cortes que o orçamento de ciência, tecnologia e inovação vem sofrendo no Brasil nos últimos anos, principalmente em 2016.”

O projeto reúne grupos de pesquisa e seus laboratórios de universidades dos estados de Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e São Paulo para realizar pesquisa científica e tecnológica, inclusive junto a empresas, formar recursos humanos para os meios acadêmico e industrial e difundir conhecimento na área de Engenharia de Superfícies. Esse campo do conhecimento se dedica a compreender os fenômenos que ocorrem na superfície dos corpos sólidos (como desgaste, atrito, crescimento de bactérias) e a desenvolver e aprimorar tecnologias que permitem melhorar as propriedades das superfícies (por exemplo revestimentos protetores, lubrificantes e superfícies antibacterianas, entre muitas outras tecnologias).

claudia-velho-0248
Laboratórios da UCS, como o de Caracterização de Superfícies em Nanoescala, apoiam projetos de pesquisa e prestam serviços tecnológicos à empresas.

Histórico 

O Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies – seção UCS foi criado em 2009 dentro do programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs) do CNPq. Devido a seu bom desempenho, o projeto foi renovado em 2012, recebendo novos recursos  financeiros, com os quais continuou funcionando até 2015. Ainda em 2014, apresentou um projeto para renovação, que concorreu com outras 344 propostas, das quais as 101 melhores estão sendo agora financiadas.

Professores e estudantes ligados ao Programa de Pós-graduação em Engenharia e Ciência dos Materiais participaram dos dois primeiros períodos do INES. O financiamento público e privado recebido pela UCS, por meio do Instituto, foi importante para equipar laboratórios de análise de superfícies que se destacam em nível nacional e que são utilizados para formar recursos humanos especializados, desenvolver trabalhos acadêmicos, projetos e serviços com empresas. Entre 2009 e 2015, o Instituto ofereceu, gratuitamente, palestras e minicursos que reuniram cerca de dois mil profissionais de empresas, professores, alunos de graduação e de pós-graduação e de ensino médio da região, trazendo especialistas de instituições do Brasil, da França e da Argentina.

Fotos: Claudia Velho