Com aprovação da CAPES, novo doutorado da UCS tem área de concentração em Direito Ambiental.

Assessoria de Comunicação UCS - 10/01/2017 | Editado em 01/02/2017

Universidade passa a oferecer, em 2017, 24 cursos de pós-graduação stricto sensu: 8 doutorados e 16 mestrados. 

A avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), fundação reguladora de cursos Stricto-Sensu ligada ao Ministério da Educação, aprovou, no dia 5 de janeiro, o Doutorado em Direito como novo curso da UCS. Com isso, a Instituição passará a ofertar um total 24 cursos Stricto-Sensu: 8 Doutorados, sendo dois em parceria com outras Instituições de Ensino Superior, e 16 Mestrados – 11 acadêmicos e 5 profissionais.

O Doutorado em Direito será o primeiro do país a ter sua área de concentração no Direito Ambiental, com linhas de pesquisa em Direito Ambiental e Novos Direitos e Direito Ambiental, Políticas Públicas e Desenvolvimento.

Na avaliação do professor doutor Adir Ubaldo Rech, coordenador do Programa de Pós-Graduação em Direito da UCS, a aprovação de um doutorado em Direito significa o reconhecimento da excelência da pesquisa da Universidade na área. “O doutorado em Direito não é concedido tão facilmente pela CAPES, sem que haja todas as condições para a sua efetiva viabilidade, pois se trata de pesquisa, formação de cientistas e juristas para o País”, salienta.

Ainda conforme o docente, o Doutorado possibilitará não apenas a construção de fundamentos e segurança jurídica para o desenvolvimento sustentável da região onde a Universidade está inserida, mas também formará cientistas e juristas para o Brasil, já que é pioneiro no país em Direito Ambiental.
“O nosso curso de graduação em Direito tem conceito máximo cinco, mas o doutorado vem trazer um diferencial, pois além da pesquisa já desenvolvida no mestrado, agora com o doutorado, vai potencializar a integração dos conhecimentos oriundos das pesquisas desenvolvidas para a graduação”, conclui.

Para a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, professora doutora Nilda Stecanela, a aprovação do Doutorado avigora os princípios e diretrizes institucionais da UCS, bem como sua visão e missão, pois possibilita uma formação integral fortalecida pela produção de conhecimentos de elevado nível. “Além disso, a UCS é uma instituição que possibilita o princípio da verticalização na formação, pois um jovem ou uma jovem pode ingressar no Ensino Médio e, por exemplo, tornar-se Bacharel, Mestre e Doutor em Direito, podendo ainda fazer estágio de pós-doutorado no mesmo programa, sob a supervisão de um dos nossos pesquisadores”, destaca.

A docente adianta que as informações sobre o edital de seleção para o Doutorado serão divulgadas nas próximas semanas.

O Programa de Pós-Graduação em Direito da UCS teve início em 2001 com o mestrado acadêmico em Direito. O encaminhamento da proposta de implantação do Doutorado se fundamentou no amadurecimento do trabalho realizado no âmbito do Mestrado, avaliado com conceito 4 pela CAPES.